Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo a Nu

Sexo. Dicas, histórias, fantasias, fotos. Sem preconceitos, ambas deixamos tudo a nu. Atreves-te?

Sexo. Dicas, histórias, fantasias, fotos. Sem preconceitos, ambas deixamos tudo a nu. Atreves-te?

Tudo a Nu

10
Out17

Sext Your Brains Out!

Ninguém pode negar que as mensagens são uma constante na forma de comunicarmos.

Sejam mensagens instantâneas ou sms, as conversas arrastam-se e, se houver química, facilmente acabam por aquecer e... Ladies and gentlemen, welcome to Sexting!

Aqui entre nós, a Ebony nunca foi muito de se deixar levar por mensagens mais ousadas. Lia, gostava, avançava. Já a Iv sempre gostou de uma boa dose de flirt por escrito, por isso, como casal, tivemos de encontrar um equilíbrio.

 

sexting-scrabble-1140x641.jpg

 

Querem saber o nosso segredo?

Se formos sinceras, Sexting é uma excelente forma de podermos provocar à vontade e ir construindo a antecipação para o que se poderá seguir.

Não há que mostrar os trunfos de uma vez. Vamos mergulhando na fantasia e somos sinceras na dinâmica. Assim, esta forma virtual de preliminares acaba por prolongar a experiência e pode sempre acabar da melhor maneira. No nosso caso, pelo menos, quando finalmente nos encontramos, as emoções já estão no auge e o sexo torna-se (ainda) melhor!

Como é que alguém pode resistir?

Dinâmicas e gostos pessoais à parte, tem de haver bom senso na troca de mensagens ousadas: Se ainda não conhecem bem a pessoa do outro lado do ecrã, vão com calma e testem as águas. Além de deixarem algo à imaginação para aguçar o interesse, cuidado com as expressões que usam. Perceber até onde podemos ir é essencial para não soarmos demasiado púdicos ou ordinários. Entendam primeiro que palavras mexem convosco de forma positiva e tentem ter a certeza que estão amb@s na mesma página. Seja como for, o ideal é sempre o intermédio entre "espirituoso" e dirty.

Depois, não se esqueçam que estamos no século XXI: o ritmo de vida é acelerado, ninguém tem tempo para ler um romance. Deixem a veia artística de lado e sejam sexys, mas práticos e realistas. Para @ voss@ parceir@, ler algo em que se reconhece o vosso estilo vai facilitar a imaginar e a acreditar que aquilo que estão a descrever pode acontecer entre vocês. E é bom que aconteça. Afinal de contas, um final feliz é a melhor motivação!

Se não têm paciência para a troca de mensagens ou perdem a imaginação a meio do flirt, outra boa opção são pequenos teasers. Algo como "Acabei de ter o melhor orgasmo a imaginar-te sentada na minha cara", ou enviar um áudio vosso durante o clímax e acabarem com um "estava a pensar em ti", pode ser o suficiente para aquecer os ânimos.

Quanto a fotos, bem-vind@s à liga pro!

Tal como nas expressões que escolhem, é importante saberem se devem enviar algo menos gráfico ou bastante revelador. Tudo depende do gosto de quem vai ver, mas sobretudo do vosso à-vontade (e não nos vamos esquecer do perigo de as fotos acabarem nas mãos erradas. Cuidado com traços que vos possam identificar facilmente, como sinais de nascença, tatuagens e, óbvio, a vossa cara!).

Depois, escolham o melhor ângulo, realcem os vossos pontos fortes e cliquem "Enviar"! ;)

Ebony & Iv,
Autoras do blog Tudo a Nu

09
Out17

Assédio Sexual no Século XXI

Casal no feminino, jovem, interracial. Parece a triple threat de um filme porno feito a pensar no estímulo visual para uma geração de homens que ainda vê nas mulheres um mero objecto sexual.

Infelizmente não é muito diferente na vida real: ouvir piropos ordinários, convites ofensivos ou termos palermas atrás de arbustos a tentarem ver "alguma coisa" é o prato do dia. Mas já passámos por situações muito mais graves do que isso, desde estarmos na praia a apanhar banhos de sol e termos alguém a rondar-nos incansavelmente até sentarem-se ao nosso lado a olhar descaradamente, de sorriso na cara, a masturbarem-se.

Primeiro, tentámos ignorar e tapar-nos um pouco mais, mas se nos incomodava, porque é que tínhamos de ser nós a ficar constrangidas e a mudar?

slider-lgbt.jpg

A abordagem directa por si só não resolve nada. São homens contra mulheres, por isso pensam que nos dominam física e socialmente e filmar e ameaçar com a divulgação dos vídeos tão-pouco os incomoda, porque a probabilidade de alguém os reconhecer é pouca. Mas não demorámos muito a perceber que o segredo está precisamente na sociedade e que a nossa força está na vergonha que os podemos fazer sentir, na hora: se dissermos, alto e a bom som, o que estão a fazer, para quem estiver por ali ouvir, olhar e julgar connosco, rapidamente se desculpam, se tapam, se vão embora... Porque no final de contas não importa se somos "mulheres contra homens".

Recusamo-nos a ser o sexo fraco, a abdicar da nossa liberdade ou a abrir mão do respeito que merecemos. Somos fortes, somos livres, somos orgulhosas, somos inconformadas. No vídeo abaixo, temos um exemplo de uma situação como estas que descrevemos. Já passaram pelo mesmo, ou semelhante? Partilhem, denunciem... e confiem: Não estão sozinh@s.

 

Ebony & Iv,
Autoras do blog Tudo a Nu

Comentários recentes

  • O Masturbador

    Acabo de mostrar-lhe o artigo do Tudoanu. A respos...

  • Ebony & Iv

    Já experimentou mostrar-lhe o nosso artigo? :)

  • O Masturbador

    Basta eu ler um artigo como este que já me decepci...

  • Susana Castro

    Sim, nem toda a gente suporta a dor provocada pelo...

  • Ebony & Iv

    Só usámos o cinto. Como a dor é bem tolerada entre...

Miminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D