Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo a Nu

Sexo. Dicas, histórias, fantasias, fotos. Sem preconceitos, ambas deixamos tudo a nu. Atreves-te?

Sexo. Dicas, histórias, fantasias, fotos. Sem preconceitos, ambas deixamos tudo a nu. Atreves-te?

Tudo a Nu

02
Out17

Como Lidar com uma Rejeição Amorosa?

"The first cut is the deepest" embala-nos na ideia de que o fim da primeira relação amorosa é sempre o que custa mais.

Mas pensem de novo, porque estas lides do amor têm inspirado as artes, mas também a ciência, que agora pensa ter descoberto que tipo de término afinal é o pior.

Um novo estudo da Universidade de Cornell concluiu que a pior breakup é a aquela em que somos deixados pela nossa cara metade.

Ao que parece, a sensação de exclusão aumenta, assim como a falta de sentimento de pertença, criando um leque de comparações a nível não só íntimo mas também social, que nos atira para uma espiral de percepção negativa sobre nós mesmos, de falta de confiança em nós e nos outros e de "porquês".

Esta espiral é mais intensificada do que nas restantes crises pós-relação, principalmente quando a rejeição é para o/a parceiro/a ficar com outra pessoa do que simplesmente porque não querem estar conosco, mas a verdade é que não há um caminho mais fácil do que outro, porque acabamos sempre aqui: quando somos deixados sem haver uma terceira pessoa envolvida, sofremos de forma exponencial com as perguntas: "onde é que eu falhei?", "o que é que podia ter feito melhor?", "há quanto tempo deixou de gostar de mim?" e a verdade é que, se formos insistir para obter respostas, a não ser que sejamos excepcionalmente bons a tudo, vamos acabar por ouvir algo que só vai aumentar o sofrimento; por outro lado, se não conseguirmos respostas, a tendência é achar que fomos trocados por outra pessoa. Este círculo de sofrimento não tem como ser evitado ou contornado.

 

 

22215261_1977737775826608_43083221_n.jpg

 

 

Mas nós temos alguns conselhos para ultrapassar este sentimento de rejeição:

  1. Pensa bem: Estás a sofrer porque amavas aquela pessoa, ou o que sentes é raiva por ter acabado contigo? Se é raiva, essa relação não tinha pernas para andar. É apenas uma questão de ego, que podes ultrapassar se te lembrares do velho bom amigo "quem perdeu foi ele/a".

Era amor? Pergunta-te: Deste o teu melhor pela relação? És boa pessoa? Se amavas aquela pessoa, é claro que deste o teu melhor; e se és boa pessoa e mesmo assim não chegou, o fim da relação chegou porque não eram compatíveis o suficiente. Ninguém tem de ser o mau da fita. Guarda o que houve de bom num lugar especial em ti e passa ao ponto 2.

  1. Agora que pensaste sobre os teus sentimentos, vamos à parte racional: Eras bem tratado/a? Concentra-te nas ações, não nas palavras. Podias, de facto, confiar que aquela pessoa ia estar sempre lá para ti? Eras realmente feliz? Se respondeste que não a alguma destas questões, limpa as lágrimas e segue em frente. Lembra-te que temos tendência a ficar obececados com quem nos rejeitou e esperamos que um dia perceba o que perdeu. É uma questão de ego, mas não te podes esquecer que só porque foi ele/a que acabou contigo, não quer dizer que seja melhor do que tu. Vê o lado positivo: aquela pessoa tóxica finalmente saiu da tua vida.

Se respondeste que sim, concentra-te em ti. Agora que sabes o teu valor e aprendeste a tua lição, deixa as más memórias para trás. Há pessoas fantásticas por aí, compatíveis contigo como nunca imaginaste, à espera que tires os teus trunfos da manga.

 

E uma coisa nós prometemos: tudo vai ficar bem. Estaremos aqui para ti, neste nosso pequeno cantinho.

Ebony & Iv,
Autoras do Blog Tudo a Nu

Comentários recentes

  • Ebony & Iv

    É verdade que uma gafe na altura-chave PODE quebra...

  • Nu Anónimo

    sexting com erros é que não! é que um gajo não and...

  • Cláudia

    Não tenho nada a perder, só gostos muito requintad...

Miminhos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D